Quando Contratar um Gerente de RH para Sua Pequena Empresa

Seus representantes são seu recurso mais notável, por isso é significativo que sejam devidamente supervisionados e tratados. Uma abordagem para incentivar isso é utilizar um diretor de RH. Independentemente de se o seu grupo evolui essencialmente para exigir um supervisor de RH ou se você está legitimamente comprometido em alistar um, um chefe de RH realiza algo diferente de supervisionar as vantagens financeiras e representativas; eles podem manter sua empresa consistente com as diretrizes e moldar a cultura de sua organização. Perceba o que um administrador de RH faz e como distinguir quando você deve recrutar um.

Um administrador de RH trabalha com autoridade sênior para planejar e executar procedimentos individuais e garantir que sua associação tenha o grupo correto configurado. Um supervisor de RH extraordinário realiza algo além das atribuições gerenciais (por exemplo, finanças, benefícios, bem-estar representativo, consistência organizacional), eles da mesma forma ajudam a manter a melhoria autoritária e do trabalhador (por exemplo, seleção, recrutamento, relações com o chefe representativo, desenvolvimento do trabalhador, cultura organizacional).

Um diretor de RH pode ser valioso para sua organização. Compreender as explicações por trás da contratação de um diretor de RH pode ajudá-lo a decidir se é mais vantajoso adicionar um ao seu grupo. Um administrador de RH ajuda as associações a manter consistência legítima e perigos moderados. Ter um representante subdesenvolvido supervisionando as capacidades de RH pode colocar seu negócio em águas quentes, já que eles provavelmente não terão a menor ideia sobre toda a extensão das redondezas, leis estaduais e governamentais relacionadas com RH. Embora um chefe de RH possa ser uma expansão extraordinária para qualquer grupo, em certos casos, você pode até ser legalmente necessário para alistar um.

Cada diretor de RH deve ter informações internas e externas sobre os compromissos de negócios e consistência explícitos para a indústria e área de sua organização, assim como pré-requisitos administrativos legítimos e diretrizes de detalhamento do governo que influenciam as capacidades de RH. Uma capacidade superior de desenvolver o progresso e a realização do trabalhador é outra vantagem de ter um administrador de RH interno. Um administrador de RH pode ajudar no trabalho com formas de carreira e sistemas de desenvolvimento de representantes que mantenham os representantes atentos para atingir seus objetivos. Isso pode gerar satisfação representativa, que expande a eficiência e manutenção do trabalhador assim.

Os diretores de RH também se concentram nas questões representativas à medida que se identificam com o trabalho – por exemplo, supervisionar as circunstâncias difíceis do ambiente de trabalho – no entanto, eles não são especialistas sociais. Michael Trust, Pioneira em RH e intermediária garantida na consultoria Michael Trust, disse que embora um supervisor de RH possa se envolver na própria vida dos representantes quando tais questões influenciam o ambiente de trabalho, eles não estão lá para ser um especialista especialista (exceto se eles forem autorizados como um e é um aspecto da atividade).

Você pode considerar a possibilidade de contratar um chefe de RH com a possibilidade de atribuir grande importância à cultura da organização. No momento em que você tem um empreendimento privado, recrutar um representante para incentivar a cultura pode parecer imaterial, entretanto, tende a ser excepcionalmente útil conforme sua organização se desenvolve. Um administrador de RH que compreende totalmente o seu negócio desde o primeiro ponto de partida terá um pouco de margem de manobra para garantir que a missão e as qualidades da sua organização sejam mantidas em toda a organização. Eles terão a opção de recrutar trabalhadores que representem a cultura de sua organização e treiná-los para mantê-la florescendo em todos os escritórios.

Às vezes, você está legalmente comprometido em recrutar um supervisor de RH assim que tiver um número específico de funcionários. Por exemplo, muitas diretrizes estaduais “começam a rebote estratégias de negócios assim que uma empresa chega com cinco, 10 ou 15 trabalhadores”, disse Trust. “Em todos os expressos, algumas leis governamentais chegam a 50 trabalhadores caso eles estejam em uma zona geográfica semelhante, embora algumas leis burocráticas e estaduais afetem um representante.”

Esses pré-requisitos básicos dependem do estado em que você trabalha e do tipo de trabalhadores que possui. Independentemente de você não ser legalmente necessário para recrutar um supervisor de RH, no entanto, você pode, em qualquer caso, lucrar utilizando um. Você precisa de alguém na equipe que compreenda o suficiente as medidas de perigo e consistência para o seu negócio. Para certas organizações, um diretor de RH pode não ser suficiente. Conforme sua empresa se desenvolve, é imperativo reconsiderar suas necessidades de RH e estender seu escritório de RH da mesma forma. Outra alternativa é trabalhar com um fornecedor de reapropriação de RH para lidar com uma parte de suas obrigações de RH.